CUPÃO 10% | DESCONTO10 | EM TODAS AS ENCOMENDAS!

Melasma – o que é, quais os sintomas e como tratar

Melasma

Hi Beautis! Melasma!

Melasma – o que é, quais os sintomas e como tratar!

Hoje vamos falar de uma condição de pele que causa mesmo muito desconforto e é fonte de baixa auto-estima. Muitas das vezes ouvimos chamar a este problema de “pano”. Costuma surgir mais em mulheres que homens, e às vezes despoletado pela gravidez. Veremos também que produtos e activos poderás usar, e que tratamentos tens à tua disposição.

O que é o melasma?

O melasma é uma condição de pele que se manifesta como manchas escuras ou castanhas na pele, geralmente nas áreas expostas ao sol, como o rosto, ombros e braços. É mais comum em mulheres, especialmente aquelas que estão grávidas ou que tomam contraceptivos hormonais, mas também pode ocorrer em homens.

O melasma é causado por uma produção excessiva de pigmento na pele, o que leva à formação de manchas escuras. Existem vários factores que podem contribuir para o desenvolvimento do melasma, incluindo exposição solar excessiva, mudanças hormonais, uso de certos medicamentos, entre outros.

Quais são os sintomas do melasma?

Melasma causa manchas de descoloração. As manchas são mais escuras do que a cor normal da tua pele. Geralmente ocorre na face e é simétrico, com marcas correspondentes em ambos os lados da face. Outras áreas do corpo que são frequentemente expostas ao sol também podem desenvolver melasma.

Manchas de cor acastanhada geralmente aparecem em:

  • bochechas
  • testa
  • ponta do nariz
  • queixo
  • Também pode ocorrer no pescoço e antebraços. A descoloração da pele não causa nenhum dano físico, mas você pode se sentir constrangido com sua aparência.

É importante referir que melasma é um problema de pele, ou seja, uma doença da pele, por isso, será sempre interessante consultares um médico Dermatologista. É importante notar que outras condições de pele, como o vitiligo e o hipomelanose, também podem causar manchas escuras na pele. Portanto, é importante consultar um médico para obter um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento adequado.

Causas e fatores de risco do melasma

Não está totalmente claro o que causa o melasma. Indivíduos de pele mais escura correm mais risco do que aqueles com pele clara. A sensibilidade ao estrogênio e à progesterona também está associada à condição. Isso significa que pílulas anticoncepcionais, gravidez e terapia hormonal podem desencadear o melasma. Stress doenças da tiróide também são consideradas causas de melasma.

Além disso, a exposição ao sol pode causar melasma porque os raios ultravioleta afectam as células que controlam o pigmento (melanócitos).

Como o melasma é diagnosticado?

Um exame visual da área afectada geralmente é suficiente para diagnosticar o melasma. Para descartar causas específicas, o profissional de saúde também pode realizar alguns testes.

Uma técnica de teste é o exame da lâmpada de Wood. Este é um tipo especial de luz que é retido na pele. Ele permite que o profissional de saúde verifique se há infecções bacterianas e fúngicas e determine quantas camadas de pele o melasma afecta. Para verificar se há problemas graves de pele, eles também podem realizar uma biópsia. Isso envolve a remoção de um pequeno pedaço da pele afectada para teste.

O melasma tem tratamento?

Para algumas mulheres, o melasma desaparece por conta própria. Isso geralmente ocorre quando é causado por gravidez ou pílulas anticoncepcionais.

Existem cremes para clarear a pele que ajudam. Os profissionais de saúde também podem prescrever esteróides tópicos para ajudar a aliviar as áreas afectadas. Se isso não funcionar, peelings químicos, dermoabrasão e microdermoabrasão são opções possíveis. Esses tratamentos removem as camadas superiores da pele e podem ajudar a clarear manchas escuras.

Esses procedimentos não garantem que o melasma não volte, e alguns casos de melasma não podem ser completamente clareados. O que pode resultar numa nova ida a uma consultas de acompanhamento e seguir certas práticas de tratamento da pele para reduzir o risco de retorno do melasma. Isso inclui minimizar a exposição ao sol e usar protetor solar diariamente.

Agora, deixamos-te algumas sugestões, de produtos que contém activos que ajudam a tratar o melasma e que poderás inclui-los na tua rotina de cuidados de pele.

Aloe vera

melasma Um estudo de 2017 sobre mulheres grávidas com melasma descobriu que o uso de uma preparação tópica de aloe vera encapsulada em lipossomas melhorou significativamente o melasma.

O Gel de Aloe Vera SOQU tem alguns ingredientes estrela, tais como: Como antioxidante extrato de Raiz de Scutellaria Baicalensis, Extrato de Folha de Camellia Sinensis.
Ingrediente idêntico à pele : Glicerina, Hialuronato de Sódio
Calmante : Aloe Barbadensis Leaf Juice Powder, Extrato de Raiz de Scutellaria Baicalensis, Extrato de Folha de Camellia Sinensis, Extrato de Flor Lonicera Japonica.

Ácido tranexâmico

melasma O ácido tranexâmico é um medicamento que pode ser usado para tratar o melasma. Ele é um inibidor da plasmina, uma enzima que desintegra as proteínas da pele, incluindo a melanina, o pigmento que dá cor à pele. Quando aplicado na pele, o ácido tranexâmico pode ajudar a diminuir a produção de melanina, levando à redução das manchas escuras do melasma.

O Hada Labo Whitening Lotion – Ácido Tranexâmico, age na prevenção e na uniformização de manchas; reduz o melasma; reduz manchas do sol e acne; seu principal ingrediente é o ácido tranexâmico, que inibe a produção excessiva da melanina e a inflamação da derme, agindo no clareamento, luminosidade e uniformização da pele.

Contém também vitaminas C, E e um ultra concentrado de ácido hialurônico. Previne a oxidação da pele e a hidrata profundamente, deixando-a suave e revigorada, com um efeito glow. Possui uma textura rica que penetra profundamente na pele, deixando-a suave e revigorada.

Pérola

melasma  A pérola é um ingrediente activo presente em alguns produtos de cuidado da pele e é comummente usada no tratamento do melasma. A pérola é um produto derivado do marisco e é rica em minerais, aminoácidos e outros nutrientes que podem ajudar a melhorar a saúde da pele.

A pérola pode ser usada como um ingrediente ativo em cremes, loções e séruns de cuidado da pele. Ela pode ajudar a clarear as manchas escuras do melasma e a promover uma pele mais uniforme e luminosa. Além disso, a pérola também pode ajudar a hidratar e amaciar a pele, o que pode ajudar a prevenir o aparecimento de rugas e linhas finas. Os cremes pérola, tem outros benefícios, tais como: controla a oleosidade; clareia a olheira escura; trata manchas deixadas pela acne; trata e previne a acne; clareamento de manchas de idade, sardas e manchas pretas no rosto e retarda sinais de envelhecimento, como linhas de expressão e rugas.

Protector solar

melasma  O uso de protetor solar é um componente importante no tratamento e prevenção do melasma. A exposição solar excessiva pode desencadear ou agravar o melasma, portanto, é importante proteger a pele do sol para evitar o aparecimento de manchas escuras.

O protetor solar deve ser aplicado todos os dias, mesmo quando estiver nublado ou chuvoso, e deve ser reaplicado a cada 2-3 horas. É importante escolher um protetor solar que seja eficaz contra os raios UVB e UVA, que são os principais responsáveis pelo dano solar. Também é recomendável escolher um protetor solar com um fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30.

Aconselho que leias sobre: Bioré: Porque os protetores solares Japoneses são os melhores,e  que escolhas o que mais se adequa à tua pele.

Vitamina C

melasma A vitamina C é um nutriente importante que pode ser útil no tratamento do melasma. A vitamina C é um potente antioxidante que pode ajudar a proteger a pele dos danos causados pelos radicais livres, que são moléculas instáveis ​​que podem danificar as células da pele. Além disso, a vitamina C pode ajudar a estimular a produção de colágeno, uma proteína que dá estrutura à pele e ajuda a mantê-la firme e jovem.

A vitamina C também pode ajudar a clarear as manchas escuras do melasma. Quando aplicada na pele, a vitamina C pode inibir a produção de melanina, o pigmento que dá cor à pele. Isso pode levar à redução das manchas escuras do melasma e a uma pele mais uniforme e luminosa.

O Melano CC Vitamin C, é a A vitamina C mais vendida no Japão. É recomendado para todos os tipos de pele, e um passo obrigatório na rotina de cuidados de pele da manhã. A sua lista de ingredientes é muito interessante, tem duas formas de vitamina C, extrato de timol e de gengibre, que têm ação despigmentante, vitamina E, antioxidante, glicirrizinato, óleo de jojoba e rosa mosqueta.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    GIRA PARA GANHAR!

    • Tenta a tua sorte e ganha prémios!
    • Gira a roda 1 vez por dia!
    • Prémio garantido!
    GIRA A RODA!
    Aceito os termos e condições, bem como política de privacidade (RGPD).